Menina símbolo da Eco92 revive momento de porta-voz do mundo na Rio+20

Severn Suzuki durante discurso no Rio+Social. (Foto: EMBARQ Brasil)

Severn Suzuki, “a menina que calou o mundo” na Eco92, esteve no centro das atenções em muitos momentos na última semana, durante a Rio+20. Com 32 anos e mãe de dois filhos, Severn não escondeu a preocupação e certa decepção com os rumos que o Planeta seguiu nestas últimas décadas. Mesmo assim, a ativista não se mostrou resignada e, mais uma vez, foi a porta-voz do mundo ao fazer o pronunciamento do “6-Minute Speech Project” – uma plataforma de diálogo global sobre a Conferência das Nações Unidas, de apoio ao projeto “O Futuro que Queremos“, da ONU. A ação estimulou pessoas do mundo todo a enviarem suas visões para um futuro mais sustentável. O discurso produzido a milhares de vozes não poderia refletir melhor os desejos e os anseios coletivos para alcançarmos um mundo mais saudável.

“A história não é feita por aqueles que permanecem em silêncio ou por aqueles que decidem não decidir; é feita por aqueles cujas ações refletem suas intenções. Cabe a cada um de nós, aqui, continuar se manifestando sobre o futuro que queremos. E, juntos, estamos nos tornando uma voz alta demais para ser ignorada. As gerações futuras estão em jogo. Devemos aproveitar este momento. Muito obrigada”, finaliza Severn no texto feito através da plataforma colaborativa.

Acompanhe o discurso em inglês, na íntegra, realizado durante o Rio+Social, evento de comunicação paralelo à conferência da ONU: