EMBARQ firma compromisso voluntário na Rio+20

BRT de Guangzhou, China, é exemplo de transporte sustentável de alta capacidade.

EMBARQ, centro de transporte sustentável do World Resources Institute (WRI) e produtora do TheCityFix, participa da Rio+20 com o objetivo de promover o transporte sustentável não apenas durante os dias de evento (13 a 22), mas, principalmente, pelos próximos cinco anos. Por isso, o centro global baseado em Washington D.C. (EUA) assumiu o compromisso voluntário com a ONU (Organização das Nações Unidas) de “intensificar soluções de transporte sustentável em todo o mundo” por meio de ações decisivas até 2016.

A missão da EMBARQ é catalisar e auxiliar na implementação de soluções de transporte sustentável para melhorar a qualidade de vida nas cidades. Com este foco, pretende atender às necessidades de mobilidade desta e das próximas gerações de uma maneira financeiramente mais inteligente e ambientalmente mais responsável.

Grande objetivo

Até 2016, + 200 cidades, principalmente de economias emergentes, irão adotar mobilidade sustentável de alta qualidade e desenvolvimento urbano. As metas específicas são:

  • + 10 decisões para “virada de jogo” (políticas ou projetos)
  • + 50 cidades diretamente beneficiadas
  • + 200 cidades influenciadas

A visão da EMBARQ, a longo prazo, é um mundo no qual todas as cidades sejam ambientes sustentáveis para todas as pessoas prosperarem e viverem felizes.

Caminhos para atingir as metas

Através de uma rede de centros globais de transporte sustentável, a EMBARQ irá impulsionar o movimento em nível local, nacional e internacional a partir das três abordagens que seguem:

1) Entregar soluções decisivas para “virada de jogo” nas cidades: catalisar e ajudar a implementar soluções decisivas que definam precedentes, mudem paradigmas e criem novo padrão, com alto nível de influência em todo país, região ou mundo.

2) Replicar melhores práticas em +200 cidades por meio de engajamento amplo e profundo: a EMBARQ irá estimular a adoção de melhores práticas através de assistência técnica específica e capacitação abrangente de tomadores de decisão locais e nacionais.

3) Mudar a política internacional para priorizar o transporte sustentável, o desenvolvimento urbano e a mitigação das mudanças climáticas: reunir agências internacionais em grandes conferências, pesquisas originais independentes e outras parcerias para priorizar as soluções de transporte sustentável. Depois, conectar a política internacional à regulação nacional e projetos locais, reunindo tomadores de decisão de todos os níveis.

Os países que a EMBARQ irá priorizar serão Índia, China e Brasil durante os próximos cinco anos. Estes países representam as maiores economias emergentes do mundo e centros regionais de influência. Para atingir os objetivos serão investidos U$ 76 mil (R$ 157,2 mil) em recursos provenientes de doadores da EMBARQ.

Entenda a importância da discussão sobre transporte na Rio+20, segundo Holger Dalkmann, diretor da EMBARQ (artigo em inglês).

Clique aqui para mais detalhes sobre a Rio+20 e a participação da EMBARQ na conferência.