Porto Alegre, cidade ciclável

Foto: Genaro Joner / Agencia RBS

Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) promoveu, nesta sexta-feira (01), mesa-redonda com especialistas, representantes do governo, sociedade civil e empresas privadas para discutir o futuro da bicicleta na capital gaúcha. Com o tema “Cidades Cicláveis – O que fazer para Porto Alegre se tornar uma cidade ciclável”, a reunião aponta caminhos para transformar a cidade em um local mais atrativo para os ciclistas.

O Plano Cicloviário, a infraestrutura viária e a educação da população foram alguns temas discutidos pelos cerca de 15 participantes da mesa. Entre eles, o secretário de Governança de Porto Alegre, Cezar Busatto; o coordenador do Plano Cicloviário, Régulo Ferrari; Pablo Weiss, presidente da Associação dos Ciclistas da cidade, e Domingos Secco, da Lung , empresa idealizadora da plataforma colaborativa Porto Alege.cc.

A Analista de Desenvolvimento, Cíntia Freitas, representou a EMBARQ Brasil (produtora deste blog) na mesa de debates, apresentando os trabalhos desenvolvidos de incentivo ao uso da bicicleta, como o auxílio técnico para implementação de bicicletários na capital gaúcha.

EMBARQ Brasil e as bicicletas em Porto Alegre

Bicicletário Mercado Público

O trabalho de incentivo à cultura da bicicleta, na capital gaúcha, é desenvolvido há alguns anos pela EMBARQ Brasil. Bicicletários em empreendimentos comerciais e pontos turísticos da cidade foram instalados sob a supervisão técnica de especialistas. Conheça os mais recentes:

  • Estação Bicicletas no Mercado Público de Porto Alegre, onde os suportes são em formato de cuia do chimarrão gaúcho.
  • BanriBike, estacionamento para os funcionários que utilizam a bicicleta como meio de transporte na sede da Fundação Banrisul.
  • Moinhos Shopping, espaço para 24 bicicletas em frente a um dos shoppings mais charmosos da capital.
  • Panvel, a rede de farmácias escolheu o endereço da Av. 24 de Outubro, em frente ao Parcão, para disponibilizar um espaço exclusivo para as bicicletas.