BRTs já existem em Curitiba e em outros países

Conhecido como “metrô de superfície”, o BRT – Bus Rapid Transit agrega características de transporte de massa com alta performance: ônibus articulados e biarticulados, corredores segregados, estações elevadas e sistema de pré-pagamento para facilitar o embarque, entre outras. O sistema nasceu em Curitiba, Brasil, na década de 1970 e se espalhou por outras cidades do mundo todo.

Isso é o que conta os repórteres Edimilson Ávila e Sérgio Leite, da TV Globo, em mais uma matéria da série BRT, no Bom Dia RJ. A dupla fez parte do primeiro grupo da “Experiência BRT – Missão de Imprensa”, que explorou os ônibus de alta capacidade da Cidade do México e de Los Angeles, nos EUA – sistemas considerados referências internacionais.

No link, abaixo, veja a matéria na íntegra:

BRTs já existem em Curitiba e em outros países

BRT de Curitiba (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

Outras matérias da série BRT, do Bom Dia RJ:

BRT já foi rejeitado pelo Rio de Janeiro há 30 anos

Sistema de corredor exclusivo para ônibus promete reduzir o tempo no trânsito do RJ