Experiência BRT, dia 6: TransMilenio – vitórias e desafios

TransMilenio: um exemplo seguido em todo o mundo. (Foto: Mariana Gil - EMBARQ Brasil)

Por Cíntia Freitas

Após o alegre passeio de bicicletas durante o domingo, os participantes da “Experiência BRT – Missão de Imprensa” foram conhecer na prática o sistema BRT de maior demanda do mundo: o TransMilenio de Bogotá, que chega a carregar 1.800.000 passageiros por dia. Por ser muito bem estruturado e atender a uma demanda maior do que muitos metrôs, constantemente visitantes de diversos países vêm a Bogotá para conhecer as formas de tecnologia e gestão aplicadas ao TransMilenio, a fim de utilizarem o modelo também em suas cidades.

Histórico do TransMilenio

O sistema de BRT (Bus Rapid Transit) TransMilenio foi inaugurado em Bogotá no ano 2000. Anteriormente a ele, o transporte público na cidade era dominado por micro-ônibus operados independentemente, de maneira informal e sem unidade. Desde a inauguração do TransMilenio, houve uma revolução no transporte coletivo da cidade. O sistema de ônibus, baseado em sistemas de metrô e inspirado pelo modelo de Curitiba, já foi ampliado diversas vezes e hoje tem capacidade para atender 1.800.000 passageiros por dia. Com novas estações a serem inauguradas no dia 09 de junho de 2012, espera-se que este ano o sistema aumentará sua capacidade e poderá carregar mais de 200 milhões de passageiros por dia. Apesar disso, a satisfação dos usuários não tem sido alta: durante os últimos anos a demanda pelo sistema tem crescido de forma mais rápida do que as obras de ampliação. O maior desafio para o TransMilenio atualmente é suprir a alta demanda com qualidade no serviço e voltar a ter altos índices de satisfação dos usuários.

Antes do TransMilenio, o transporte público em Bogotá dependia de micro-ônibus operados independentemente (Foto: Mariana Gil - EMBARQ Brasil)

 

Principais características

Nosso grupo passou toda a tarde vivendo a “experiência TransMilenio”, ao conhecer terminais, estações e tomar os ônibus rápidos – fomos acompanhados durante essa visita por engenheiros da empresa gestora do sistema, a TRANSMILENIO S.A., que nos ajudaram a entender o funcionamento do sistema. Entre as principais características do TransMilenio destacam-se:

  • Corredores de ônibus segregados e que permitem ultrapassagem – assim, os ônibus não enfrentam o congestionamento em meio aos automóveis
  • Estações com pagamento antecipado de passagem – pagando antecipadamente, o tempo de entrada e saída dos ônibus é reduzido
  • Mesmo nível entre os ônibus e as estações – facilita a acessibilidade e também aumenta a rapidez do processo
  • Ônibus articulados e biarticulados – possuem alta capacidade e, portanto, poluem menos
  • Acessibilidade total

Passageiros aguardam o ônibus na estação (Foto: Mariana Gil - EMBARQ Brasil)

 

Benefícios

Os resultados da implantação desse sistema promoveram um impacto enorme na cidade. Anualmente, 336.666 toneladas de CO2 deixam de ser emitidas, a taxa de acidentes ao longo do percurso dos ônibus diminuiu em 90%, e viagens que levavam mais de uma hora agora levam em torno de 20 minutos.

Nao é por acaso que a cor dos ônibus é vermelha como o sangue: eles representam o sistema circulatório de Bogotá. Podendo carregar até 45.000 passageiros por hora por sentido (capacidade maior do que alguns sistemas de metrô), seu bom funcionamento é essencial para a capital da Colômbia.