Empresas francesas vão financiar transporte de bicicleta para funcionários

Governo francês quer estimular o uso da bicicleta, principalmente em Paris. (Foto: Jean-Paul Gaillard)

As autoridades francesas anunciaram, na primeira quinzena de janeiro, uma iniciativa que vai estimular o uso da bicicleta no país. Todas as empresas que disponibilizarem bikes para os seus funcionários, como meio de transporte alternativo, terão as despesas financiadas pelo governo. O ministro dos Transportes, Thierry Mariani, informou que o sistema é similar ao que existe na Bélgica, em que se paga 21 centavos de euro por km, na forma de isenções fiscais.

A norma, proposta pelo deputado e prefeito do 15º distrito de Paris, Phillippe Goujon, deve atingir, em um primeiro momento, dois milhões de pessoas. Isso porque elas já usam a bicicleta para percorrer 5 km, em média, de casa até o trabalho. Embora a iniciativa tenha um custo inicial de 20 milhões de euros para o Estado, o ministro Thierry Mariani destacou que o uso diário da bicicleta permite economizar outros 5,6 bilhões de euros, sobretudo por diminuir a emissão de gases poluentes e proporcionar benefícios à saúde.

Para Mariani, se cada europeu pedalasse 2,6 km por dia, ao invés de usar um carro, haveria uma redução de 15% na emissão de CO2, o principal responsável pelo aquecimento global. Ele também indicou que agora o governo francês estuda adotar outras medidas para estimular ainda mais o uso da bicicleta. Há planos para modificar as regras de trânsito, justamente para privilegiar os ciclistas, e para construir mais ciclovias.

Fonte: Época Negócios