Gramado reflete sobre a importância da bicicleta

A cidade turística apresenta saturação nos estacionamentos públicos do centro. (Foto: Alef)

Por Paulo Finatto Jr.

Com o apoio do prefeito, Nestor Tissot, e do Setor Municipal de Trânsito, o movimento Gramado de Bicicleta realizou uma importante ação de conscientização pelas ruas da cidade, no último mês de janeiro. O passeio, que foi batizado de “Vamos Pensar Gramado de Bicicleta”, reuniu ciclistas com o intuito de levantar, mais uma vez, a questão do respeito mútuo entre bikes e automóveis, além de outras necessidades imediatas, como os bicicletários.

A primeira conquista do movimento está prevista para iniciar já para 2012. O secretário municipal do Planejamento, Roque Tomazeli, manifestou que irá instalar, em pontos estratégicos da cidade, os estacionamentos para bikes. Por ser uma cidade que vive essencialmente do turismo, a ideia é que os moradores de Gramado possam usar a bicicleta como meio de transporte para ir de casa até o centro, sem usar o carro particular. Assim, sobram mais vagas de estacionamento para quem vem de fora e diminuem os congestionamentos.

Depois de garantir os bicicletários, o movimento Gramado de Bicicleta já está investindo em outras campanhas. A elaboração de uma cartilha educativa, para ser distribuída inclusive aos motoristas, ensinando-os a respeitar os ciclistas, é um dos projetos em andamento. Outra reivindicação do grupo é para que a cidade gaúcha adote também um sistema de locação de bicicletas. A demanda pelo serviço é uma constante entre os turistas que visitam Gramado todos os anos.

Enquanto que o grupo se desdobra nessas três frentes – bicicletários, conscientização e locação de bicicletas –, encontros junto ao Conselho do Plano Diretor vêm sendo programados para debater outro tópico importante: a construção de ciclovias. Com a implementação das vias exclusivas para as bicicletas, a cidade de Gramado irá incluir nos hábitos da comunidade a prática das pedaladas, sendo para se exercitar, trabalhar, ou simplesmente para passear.

Fonte: Gramado Magazine/Prefeitura de Gramado