Frota de carros cresce 10 vezes mais que a população no RS

No centro da capital gaúcha a saturação de veículos é visível diariamente. (Foto: Correio do Povo)

Quem percorre as ruas de Porto Alegre logo percebe a lentidão e os congestionamentos gerados pela grande quantidade de carros, um fenômeno que se repete em cidades de todo o estado. Em apenas uma década, de 2001 a 2011, o número de veículos em circulação no Rio Grande do Sul (RS) foi de 3.211.739 para 5.031.931, um avanço de 56,67%. Se comparado ao crescimento populacional, no mesmo período, o aumento da frota impacta ainda mais.

Nos últimos 10 anos, o crescimento da população no RS foi de apenas 5,02% – o que significa um acréscimo de 512 mil habitantes – o menor registrado em todos os estados brasileiros, segundo o Censo 2010. Isso mostra que o aumento no número de carros foi 10 vezes superior ao de habitantes, o que influência na qualidade do ar e de vida dos gaúchos.

Infográfico: Zero Hora

“Há o fenômeno da ‘motorização’. As pessoas estão com mais dinheiro e compram carros. Vamos ter mais uns 10 anos com esse fenômeno, em razão da classe média que vem chegando com maior poder aquisitivo”, diz o engenheiro Luiz Afonso Senna, especialista em transportes em entrevista ao jornal Zero Hora.

Os números preocupam, mas especialistas garantem que a solução existe: está na racionalização do uso do carro e em investimentos em transporte público de qualidade. “Temos de usar o carro de forma mais racional, compartilhar o carro com outras pessoas. Considere que enquanto numa faixa exclusiva de ônibus se transporta, pelo menos, 15 mil pessoas, numa de carros conseguimos transportar umas 1.500”, explica Daniela Facchini, diretora de Projetos e Operações da EMBARQ Brasil (produtora deste blog).

O TheCityFix Brasil já propôs algumas alternativas para mudar a situação do trânsito na capital gaúcha, relembre aqui. E você, o que acha necessário para amenizar esse aumento no número de carros? Deixe sua opinião!

Fonte: Zero Hora