Universitários criam campanha por ciclovias no Mato Grosso

As faixas exclusivas para ciclistas, na cidade portuguesa de Seixal, são indicadas com o desenho de uma bicicleta. (Foto: Ana Split)

Por Paulo Finatto Jr.

Com o objetivo de conscientizar as autoridades sobre a necessidade de criar ciclovias nas cidades de Cuiabá e de Várzea Grande, um grupo de estudantes universitários criou o movimento Ciclovia Já. A iniciativa pioneira mostra o quanto os jovens mato-grossenses estão mobilizados para que uma solução seja encontrada para as questões da mobilidade urbana e da sustentabilidade. O intuito do projeto é que as ciclofaixas sejam construídas até a Copa do Mundo de 2014.

No momento, o Ciclovia Já precisa reunir 17.000 assinaturas para apresentar um projeto de Lei de Iniciativa Popular e tornar as ciclovias uma realidade no Mato Grosso. Uma das voluntárias pela causa, a estudante Amanda Fernandes, estima que o grupo já tenha conseguido quase 700 adesões. Ou seja, o primeiro passo para concretizar a Lei da Bicicleta – nome escolhido para batizar a iniciativa – já foi dado.

A Lei da Bicicleta discorre sobre o problema ambiental causado pelo trânsito volumoso e sobre o caos que atinge o sistema de transporte público do Mato Grosso, considerado ultrapassado para as necessidades atuais. O projeto salienta a necessidade de implementar as ciclovias em todos os corredores viários e vias estruturais de Cuiabá, previstas no Plano de Mobilidade para a Copa de 2014. Por fim, ainda encoraja o poder municipal e estadual a adotar uma política efetiva e permanente de inclusão da bicicleta como meio de transporte alternativo.

Como participar?

Para participar é bastante fácil: basta assinar a petição pública disponível neste link. Entretanto, é preciso atender a um pré-requisito: somente quem reside em Cuiabá ou em Várzea Grande, no Mato Grosso, está apto a aderir ao projeto. Quem não mora nas duas cidades, pode participar das discussões e das mobilizações virtuais que acontecem no Facebook do Ciclovia Já. Encontros e passeios ciclísticos também são organizados pelo grupo na capital mato-grossense.

Fonte: Info Jovem/Portal Mobilize