Distrito Federal vai construir mais 235 km de ciclovias

Brasília pretende reproduzir o modelo de ciclovias construídas em São Paulo. (Foto: Milton Jung)

Por Paulo Finatto Jr.

O governo do Distrito Federal promete ampliar a sua rede de ciclovias em pelo menos 235 km. Com um investimento estimado em R$ 66 milhões, as obras já aprovadas devem iniciar ainda em 2012 e contemplar 12 cidades – incluindo a capital Brasília. O intuito do projeto é que cada vez mais brasilienses utilizem a bicicleta como meio de transporte para as suas atividades diárias.

As ciclovias serão construídas, em uma primeira fase, no Plano Piloto Asas Sul e Norte, Eixo Monumental, no campus da Universidade Brasília (UnB) e nos setores Militar Urbano (SMU) e Lago Sul. Outras cidades e regiões – como Taguatinga, Ceilândia, Guará, Paranoá e Gama – também serão beneficiadas já na etapa “número um” do projeto. A previsão do governo é de que, após iniciadas, o primeiro conjunto de reformas seja finalizado no máximo de 180 dias.

Bicicletários

Como forma de complementar o projeto das ciclovias, o governo do Distrito Federal também quer construir bicicletários em prédios públicos e áreas comerciais. Os detalhes sobre o assunto ainda estão sendo debatidos pelas secretarias de Governo (Segov) e de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano (Sedhab). A inclusão desses espaços exclusivos para bicicletas faz parte do Programa de Reestruturação do Sistema de Transporte Público do DF, promovido pelo governador Agnelo Queiroz.

De acordo com ele, as ciclovias serão integradas às linhas de ônibus coletivo. O objetivo é possibilitar uma ligação eficaz entre os usuários de bicicletas e o sistema de transporte público, para que as pessoas possam transitar pelo Distrito Federal sem precisar recorrer aos automóveis com tanta frequência, como ocorre hoje. Para tanto, as ciclovias serão erguidas em áreas estratégicas, como é o caso das avenidas L1, L4, W1 e W4, entre outras de maior fluxo.

Fonte: Agência Brasília