Os benefícios da bicicleta em números

Em Utrecht, na Holanda, é comum o uso de bicicletas para ir trabalho. (Foto: Fpgis)

Por Paulo Finatto Jr.

Não é mais nenhuma novidade. Deixar o automóvel em casa e optar pela bicicleta como meio de transporte contribui para a sustentabilidade do meio ambiente e para a saúde e o bem-estar de cada um. O que pouca gente sabe é que existe uma forma de expressar em números o tamanho deste benefício. A calculadora criada pelo portal Eu Vou de Bike mostra como é possível transformar a sua vida e a sua cidade com pequenas atitudes.

Em um exemplo hipotético, calculamos a vantagem de deixar o carro na garagem e optar pela bicicleta para ir ao trabalho cinco vezes por semana e distante cerca de 15 km de casa. O resultado é surpreendente e os números equivalem a apenas uma semana. Além de queimar mais de 4.400 kcal com a atividade física, há uma redução de mais de 20 kg de poluentes na atmosfera e uma economia de cerca de R$ 25 por conta do combustível dispensado. Isso sem contar a economia de tempo: a bike não fica presa em congestionamentos.

Outro aspecto interessante da ferramenta é que todos os indivíduos que aderiram à campanha puderam – e ainda podem – enviar as suas contas para um imenso banco de dados. Com quase 2,5 mil pessoas comprometidas com a causa, 60 toneladas de CO2 deixam de ser expelidas por semana por todos os veículos que não circulam mais nos grandes centros urbanos Brasil afora. A economia já ultrapassou a marca de R$ 68 mil a cada sete dias e também vem contribuindo para que os engarrafamentos diminuam em horário de pico.

Para ter uma ideia do que você pode fazer em nome da sustentabilidade – e da sua própria saúde – é bastante simples. Basta acessar a calculadora do Eu Vou de Bike e conferir em números exatos o tamanho do benefício que deixar o seu carro em casa pode proporcionar.

Simulação dos benefícios, em números, que a bicicleta proporciona.