São Paulo inaugura parada de ônibus sustentável

 

Telão de LED avisa o horário de chegada de cada linha (Foto: Mariana Poli / R7)

Na maioria das vezes, esperar o ônibus é chato, desconfortável e até perigoso. Pensando nisso, a SPTrans lançou ontem (3) a primeira parada de ônibus sustentável e inteligente. Localizada no cruzamento da Avenida Paulista com a Rua da Consolação, a parada tem sistema de reaproveitamento de energia, rede Wi-Fi aberta para os usuários e computador touch screen, no qual é possível consultar rotas e informações dos ônibus.

Ainda em fase de teste, a plataforma é o início das transformações pensadas para suprir as necessidades dos passageiros na maior cidade da América Latina. Porém, já no lançamento, o sistema apresentou alguns problemas de acordo com o portal R7. Os passageiros que testaram o computador informativo tiveram problemas com o teclado virtual, que não funcionou corretamente, e por alguns momentos o sistema todo entrou em pane.

Computador com tela sensível ao toque (Foto: Mariana Poli / R7)

O responsável pelo projeto, Jose Maria Camelo Filho, presidente da Tetis Engenharia, esclareceu a situação e prometeu mudanças: “Deve estar havendo um problema de incompatibilidade de sistema operacional. Trocaremos nesta noite (de quinta) e faremos alterações no teclado para evitar estas dificuldades de digitação. Vamos ‘morar’ neste ponto nos próximos 30 dias”.

Apesar dos problemas, o acesso livre à internet de alta velocidade e o telão de LED com informações atualizadas sobre a chegada dos ônibus foram os grandes pontos positivos. Aparelhos que filtram e umidificam o ar, e uma lixeira que aplaude quem joga lixo nela também chamaram a atenção dos passageiros. Além disso, a ideia da SPTrans é fechar a parada para aumentar a segurança e diminuir filas de embarque, com sistema de pré-pagamento de bilhetes realizado fora dos ônibus.

Energia limpa

A parada de ônibus inteligente ainda conta com um sistema sustentável de reabastecimento de energia. Os quatro painéis dispostos no telhado captam energia solar e um equipamento apelidado de Certo (Centro de Energia Renovável de Transporte Otimizado) fica sobre o chão e transforma o movimento dos ônibus em energia renovável. O objetivo é que a energia cinética dos veículos alimente a iluminação da plataforma durante a noite.

A plataforma fica em período de teste por 30 dias e, depois, a SPTrans pretende modernizar todas suas estações de ônibus com as mesmas facilidades.

Veja os detalhes da parada sustentável na reportagem do Jornal Nacional, da Rede Globo, clicando aqui.

Fonte: R7