Rio terá 300 km de ciclovias até o fim de 2012

Programa Capital da Bicicleta pretende tornar Rio referência na América Latina. (Foto: Eliane Carvalho)

Dias depois de apresentar a primeira estação de Bus Rapid Transit (BRT), o Rio deu mais uma boa notícia aos cariocas para seguir trilhando o caminho sustentável nos serviços de transporte. Na inauguração da Ciclovia Stuart Angel Jones, no último dia 25, o prefeito Eduardo Paes garantiu que a cidade terá um total de 300 km de vias exclusivas às bicicletas até o próximo ano.

Atualmente, o Rio conta com 240 km de ciclovias e ciclofaixas em diversos bairros, mas Paes reconhece que as conexões de algumas zonas com o centro da cidade inexistem, e esta será uma das prioridades. O prefeito ainda falou da possibilidade do Rio se tornar, de fato, a ‘Capital da Bicicleta‘ na América Latina, depois de completar as extensões de sua rede cicloviária.

“Nós estamos dobrando a extensão de ciclovias. Tínhamos 150 km e vamos chegar a 300 km. Isso vai nos permitir disputar com Bogotá [capital da Colômbia] a cidade da América Latina com o maior número de ciclovias. Têm ciclovias com papel mais turístico e outras que servem mesmo como meio de transporte, permitindo às pessoas irem trabalhar”, disse o prefeito.

A prioridade é construir ciclovias separadas fisicamente das ruas e avenidas onde transitam os carros, com sinalização e segurança aos ciclistas. Mas a implementação de ciclofaixas também é uma opção que já funciona bem em alguns trechos.

Programa Rio Capital da Bicicleta

A Prefeitura do Rio vem desenvolvendo uma série de projetos para incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte diário entre sua população. As iniciativas abrangem desde construção de ciclovias e ciclofaixas até campanhas de valorização do uso da bike e seus benefícios à saúde e ao meio ambiente. O Programa está relacionado com o Projeto de Despoluição, já que contribui para o atendimento das metas de redução de 8% das emissões de gases do efeito estufa até o final de 2012.

A coordenação do Programa é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, formado por representantes da SMU/Secretaria Municipal de Urbanismo, SMTR/Secretaria Municipal de Transportes, SMO/Secretaria Municipal de Obras e organizações não governamentais vinculadas ao tema.

 

Fontes: Exame e SMAC/Rio