Destaques do CACS: Conheça os projetos de Transporte Sustentável e Qualidade do Ar

Pessoal da Capacitadores de Ciclismo Urbano trabalham para ajudar pessoas a se adaptarem à bicicleta.

Este post faz parte da série Destaques do CACS, que apresentam os projetos vencedores do Concurso Cidades Ativas, Cidades Saudáveis 2011. Estas iniciativas públicas estão ajudando a transformar a vida de milhões de pessoas e a construir comunidades mais saudáveis e altruístas. Cada projeto será homenageado no 7º Congresso Mundial de Transporte Sustentável, 05 de outubro, na Cidade do México.

por  

O vencedor da categoria Transporte Sustentável e Qualidade do Ar foi o “Capacitadores de Ciclismo Urbano”. O projeto promove o uso da bicicleta na cidade de Xalapa, México, e oferece treinamento para os ciclistas urbanos em escolas, empresas e instituições governamentais, bem como em eventos públicos e privados.

Os Capacitadores de Ciclismo Urbano definem seu papel como guardiões da futura rede cicloviária, e esperam estabelecer ordem e disciplina entre todos os usuários da rua. Nos últimos seis anos, os coordenadores do projeto organizaram eventos familiares de ciclismo, oficinas de cuidados e manuseio com a bicicleta, e inúmeras conferências sobre a promoção, gestão e consultoria do ciclismo urbano.

O objetivo dos Capacitadores de Ciclismo Urbano é expandir sua base de voluntários e aumentar o número de ciclistas nas ruas de Xalapa.

Saiba mais sobre o projeto aqui.

Outros destaques em Transporte Sustentável e Qualidade do Ar

Mais cinco projetos receberam menção honrosa na categoria:

O Projeto Água Limpa tem como objetivo chamar atenção da comunidade para a questão da água em Horizontina (RS), Brasil. O projeto reconhece a importância do papel da sociedade civil na implementação de políticas públicas ambientalmente conscientes.

O Programa Mejor in Bici faz parte do Plano de Mobilidade Sustentável de Buenos Aires e trabalha para promover a bicicleta como meio de transporte e aliviar os problemas de tráfego. O projeto inclui a construção de uma rede de ciclovias protegidas, bicicletários, assim como a criação de um sistema de transporte público de bicicletas. O programa também pretende promover e instruir o público sobre as mudanças culturais envolvidas na aceitação da bicicleta como alternativa real de transporte mais sustentável.

Acreditando que as árvores são os pulmões da cidade, o projeto Arborização Consciente trabalha para restaurar a degradação ambiental. A fim de melhorar a qualidade do meio ambiente, os voluntários do projeto plantam árvores ao longo de ruas e parques. A iniciativa iniciou em 2006 e é aberta à comunidade.

Iniciado por um grupo de adolescentes, o Amigos da Água trabalha para ajudar as crianças a criarem mais consciência sobre a importância da preservação da água. Ao receber uma carta fictícia remetida no ano 2070, um grupo de estudantes de 6ª série começou a discutir as questões da preservação da água e reciclagem. Embora o programa tenha suas raízes em questões de água e resíduos, seu trabalho se expandiu para caminhadas ecológicas, limpeza de córregos, reflorestamento, adoção de animais e teatro. Em dois anos de trabalho, o programa já atingiu mais de 15.000 pessoas que adotaram práticas sustentáveis ​​que conservam energia e água.

O Plano Cicloviário é o programa que engloba a maior rede de ciclovias de Sorocaba (SP) e a segunda maior do país. A rede cicloviária, atualmente, atinge 70 km e está interligada aos parques da cidade. O projeto também apóia programas de incentivo à bike e pretende aumentar a extensão da ciclovia em mais 30 km até o final de 2012, totalizando 100 km de caminhos próprios para as magrelas.