Moving Planet promove ações pelo transporte sustentável

 

No site do movimento, mapa interativo indica as ações programadas para o dia 24 de setembro em todo o mundo.

As iniciativas mundiais para combater a poluição nos grandes centros urbanos estão se popularizando a cada ano pela emergência de soluções. Além do conhecido Dia Mundial Sem Carro, vivido todo dia 22 de setembro, a organização internacional “350” também realiza movimentos anuais para chamar a atenção dos políticos para o aquecimento global. Este ano, o tema de reflexão e muita ação é o transporte.

Os veículos são responsáveis por 15% das emissões globais de carbono, segundo dados da Agência de Proteção Ambiental dos EUA. Pensando neste impacto negativo dos veículos a motor, a organização resolveu criar o Moving Planet, uma manifestação mundial para que as pessoas evitem o consumo de combustíveis fósseis e optem por meios de transporte mais “limpos”, como a bicicleta e o transporte público.

A ideia é que o público se engaje e promova eventos em suas cidades no dia 24 de setembro. Vale deixar o carro em casa, fazer intervenções a pé, bike ou qualquer outro meio de transporte menos agressivo ao meio ambiente. O objetivo é reunir o máximo de pessoas possíveis e, assim, chamar a atenção dos líderes políticos para a crise climática que cresce a cada dia.

O site da ação traz um mapa com iniciativas em prol do transporte sustentável já cadastradas ao redor do mundo inteiro. Assim, você pode escolher sua cidade, conferir os movimentos que já estão programados para acontecer no dia e também criar um! É uma forma prática de colocar as pessoas em contato e movimentar sua comunidade, divulgando a ação, chamando colaboradores e pessoas engajadas na causa.

Cidades em Movimento

Para reforçar ainda mais a voz da ação na América Latina, o “350”, o TreeHugger e o La Vida en Bici estão produzindo a série Cidades em Movimento. A iniciativa está viajando pelo Sul do continente para contar histórias e mostrar ações que promovem o transporte sustentável e o bem-estar da população em diferentes localidades. Acompanhe os posts da série aqui.