Curitiba deve ganhar mais 18,5 km de ciclovias até 2014

Avenida das Torres receberá 10 km de ciclovias até o Mundial - Curitiba, PR (Foto: Felipe Esdras)

Apenas um dia após Curitiba discutir seus problemas de mobilidade, veio o anúncio de que a capital paranaense terá pelo menos mais 18,5 quilômetros de faixas exclusivas para as bikes até a Copa do Mundo no Brasil. Isso se deve ao fato de 8,5 km já estarem em obras nas regiões norte e sul, e à implementação do projeto de 10 km de uma nova ciclovia na Avenida Comendador Franco, conhecida como Av. das Torres, uma das principais vias de acesso à cidade.

Os trechos que já estão passando por transformações são: 5 km na Rua Eduardo Pinto da Rocha, na zona sul, e 3,5 km na Avenida Fredolin Wolf, região norte de Curitiba. Já o projeto da nova ciclovia, desenvolvidos pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Cu­­ritiba (Ippuc), tem o objetivo de dar uma opção de mobilidade acessível e sustentável para as pessoas que transitam pelo corredor que liga o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, à Rodo­­ferroviária de Curitiba. Serão 10 km de faixas de sentido único, dos dois lados da avenida, sinalizadas e separadas fisicamente dos carros para garantir a segurança dos ciclistas.

Ainda em fase de acabamento, o projeto precisa passar pela aprovação da Caixa Econômica Federal, financiadora das obras através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e depois, então, será aberto o processo de licitação. A previsão é que o trecho sob responsabilidade do Ippuc siga até o Rio Iguaçu, pouco antes do portal de São José dos Pinhais. A ligação até o aeroporto deverá ser realizada pela prefeitura do município, com verbas da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec).

Plano Diretor Cicloviário de Curitiba

Tanto a ciclovia da Avenida das Torres quanto as que já estão em andamento, nas regiões norte e sul, fazem parte do Plano Diretor Cicloviário da cidade. O Plano prevê, a longo prazo, a implantação de mais 300 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas em Curitiba. Atualmente, a cidade já conta com uma das maiores redes cicloviárias do país, com 118 km, ficando atrás apenas do Rio que tem 160 km de vias dedicadas às bikes.

Veja no mapa abaixo as ciclovias que já existem na capital paranaense e aquelas previstas pelo Plano Diretor:

Fonte: Gazeta do Povo

  • André Jacobsen

    Destes 118 km de faixas já implantadas, eu gostaria de saber quantos são ciclovias, calçadas compartilhadas, ciclofaixas e faixas compartilhadas.

    • Cláudio

      Verdade André! A maioria das ciclovias de Curitiba são, na verdade, calçadas (bem estreitas até), compartilhadas entre pedestres e ciclistas. Acho que a prefeitura conta todas as calçadas da cidade que tem aquele trecho de asfalto como cilcovia, por isso que há tanta ciclovia aqui.