EMBARQ lamenta perda de seu cofundador Lee Schipper

Lee Shipper, carinhosamente conhecido como Mr.Meter, abraçou a causa do transporte sustentável por cidades do mundo todo. (Foto: EMBARQ)

 

A Rede EMBARQ, produtora deste blog, lamenta a perda de Leon “Lee” Schipper, que faleceu em 16 de agosto após uma batalha contra o câncer. Líder dinâmico e colega estimado, Lee cofundou a EMBARQ – o Centro de Transporte Sustentável do World Resources Institute. Mais recentemente, Lee fazia parte do grupo de cientistas do Global Metropolitan Studies na Universidade de Berkeley e foi engenheiro sênior de pesquisa no Instituto Precourt de Eficiência Energética da Universidade de Stanford.

Manish Bapna, presidente interino do WRI divide suas memórias e condolências:

“Hoje, lembramos de Lee Schipper como um grande líder e visionário na comunidade de transporte e meio ambiente. Lee era um amigo, líder e mentor de inúmeros membros no WRI, onde ele era conhecido por sua grande inteligência, sua mente ágil, sua maneira calorosa e sua sagacidade.

No WRI, Lee ajudou a criar a EMBARQ, pioneira no desenvolvimento de soluções de transporte sustentáveis. Sob sua supervisão, o trabalho da EMBARQ foi expandido para o México, China, Índia e outros países, e Lee se esforçou para agregar dados que guiassem as soluções para enfrentar os desafios do transporte. Lee viajou constantemente e era incrivelmente prolífico, tendo escrito mais de 100 artigos e livros sobre temas de energia, transporte e meio ambiente. A influência de Lee chegou a todo o mundo, tendo em vista sua participação em inúmeros eventos e estudos internacionais. Ele atuou no Conselho de diversas instituições, além de ter sido consultor de tantas outras.

Além de seu trabalho, Lee era conhecido por sua energia, seu charme, sua curiosidade sem fim, e sua gama de interesses desde história e arte até a música. Sentiremos verdadeiramente muita falta da presença de Lee em nossas vidas, mas seu espírito e influência não serão esquecidos tão cedo.”

Leia o perfil de Lee, em inglês, aqui.

Leia o diário online mantido pela família de Lee, aqui.