Na expectativa para o Dia Mundial Sem Carro

Bicicleta é alternativa de transporte "limpo" (Foto: Daniel Mitsuo)

O Dia Mundial Sem Carro é só dia 22 setembro, mas os preparativos já começaram. Isso porque a data global representa muito mais do que propor que as pessoas deixem seus veículos em casa por um dia. É uma ação para chamar a atenção dos problemas causados pelas emissões de gases poluentes do transporte e incentivar soluções mais humanas e sustentáveis para nossas cidades.

A capital paulista, por exemplo, por meio da Rede Nossa São Paulo já deu o primeiro passo em seu planejamento para a Semana da Mobilidade – Dia Mundial Sem Carro, evento que celebra a data mundial e reúne palestras e exposições ao longo de uma semana. Ontem (02/08) foi realizada a primeira reunião para debater as ações coletivas que vão acontecer na cidade no período, assim como propostas de novas ideias para a edição 2011.

Também nesta terça-feira houve a inauguração da exposição “A rua é nossa, é de todos nós”, no Museu da Casa Brasileira com apoio da GreenMobility. A mostra iniciou em 2007, em Paris, e já percorreu inúmeras capitais como Xangai, Montreal, Buenos Aires, Rosário, Bogotá, Toronto, Pequim e Rio de Janeiro. O objetivo é estabelecer uma reflexão sobre a rua, um patrimônio coletivo.

Para dar continuidade aos preparativos do Dia Mundial Sem Carro em São Paulo, a GreenMobility preparou uma série de debates e interações sociais para abordar o tema da mobilidade sustentável. Veja abaixo a programação por data:

Quarta-feira (03/08) – Mesa-redonda gratuita com temáticas sobre mobilidade urbana, inclusão social e espacial. O evento será realizado às 19h30, na Universidade Livre da Secretaria de Meio Ambiente, rua IV Centenário, 1268 (portão 7A do Parque Ibirapuera).

Participarão do debate o professor titular do Departamento de Engenharia de Construção Civil da POLI/USP, Alex Kenya Abiko; o presidente do Comitê Meio Ambiente Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Eduardo Vasconcellos; o secretário de Transportes do Município de São Paulo, Marcelo Cardinale Branco; a diretora do Institut Ville en Mouvement – França, Mireille Apel Muller; o arquiteto e editor do portal Vitruvius, Abilio Guerra; o diretor para América Latina do Instituto Cidades em Movimento, Andres Borthagaray e o presidente da GreenMobility, Lincoln Paiva, que será o mediador.

Terça-feira (09/08) – Mesa-redonda “Deslocamentos Invisíveis: implicações na mobilidade Urbana, Espacial e Social”, às 19h30, no Museu da Casa Brasileira (Av. Brig. Faria Lima, 2705). Participarão do evento Eduardo Jorge, secretário do Verde e Meio Ambiente da cidade de São Paulo; Regina Maria Prosperi Meyer, professora titular da FAU-USP/Laboratório de Urbanismo da Metrópole; Robson Mendonça, presidente do Movimento da População em Situação de Rua; Reginaldo Paiva, presidente do Comitê de Bicicletas da  ANTP, entre outros convidados.

Domingo (21/08) – Passeio ciclístico pela ciclo-faixa de lazer. E quem precisar de bicicleta emprestada pode fazer inscrição enviando e-mail para contato@mobilidadeverde.org.

27 e 28/08 – Exposição da Bicicloteca no Museu da Casa Brasileira e doação de livros.

Fonte: EcoDesenvolvimento