Cidades sustentáveis em foco no Prêmio Jovem Cientista

Prêmio Jovem Cientista chega a sua 25ª edição (Foto: Divulgação)

Uma das premiações mais importantes de incentivo à pesquisa na América Latina, o Prêmio Jovem Cientista, tem como tema desta edição as “cidades sustentáveis”. A iniciativa, historicamente, motiva estudantes e pesquisadores a criarem projetos que ajudem o país e sua nação a se desenvolverem de forma inovadora e sustentável.

Este ano, estudantes de ensino médio, pesquisadores e estudantes acadêmicos estão convidados a inscreverem seus trabalhos científicos que envolvam desenvolvimento urbano de maneira sustentável. As inscrições podem ser feitas até dia 31 de agosto pelo site ou pelos Correios. O regulamento completo e a ficha de inscrição estão disponíveis no site www.jovemcientista.cnpq.br.  Os autores dos projetos vencedores receberão o prêmio das mãos da presidente Dilma Rousseff, em uma cerimônia que reunirá autoridades governamentais da área de ciência e tecnologia, além de outros especialistas renomados.

Nesta edição, o Prêmio comemora seus 30 anos de vida e os 60 anos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), realizadora da premiação que conta com a parceria da Fundação Roberto Marinho, Gerdau e General Electric do Brasil (GE).

Abaixo, confira os enfoques de pesquisa para cada categoria e suas premiações.

Diretrizes de pesquisa para estudantes de ensino médio:

– Ambientes sustentáveis: casa, escola, trabalho, espaços públicos;

– Planejamento urbano e qualidade de vida;

– Gestão das águas no meio urbano;

– Políticas de mobilidade nas cidades;

– Agricultura urbana;

– Gestão de resíduos: orgânicos, inorgânicos e perigosos;

– Impactos das mudanças climáticas nas cidades.

 

Diretrizes de pesquisa para estudantes de nível superior e pesquisadores:

– Vulnerabilidade, risco e mudanças climáticas nas cidades;

– Urbanização, ambiente e gestão das águas urbanas;

– Produção do espaço urbano e apropriação da natureza relacionada com a questão do solo/água/ventos e dos recursos energéticos; políticas urbana, ambiental e de saúde relacionadas com a questão do lixo;

– Planejamento urbano, gestão e conflitos ambientais;

– Políticas de transporte e de mobilidade nas cidades;

– Agricultura urbana e cidade sustentável;

– Implicações socioambientais da legislação urbana;

– Paisagem urbana e arquitetura sustentável;

– Cidades em fronteiras transnacionais e gestão ambiental.

 

Premiação

Graduados (pesquisadores):

1º lugar = R$30 mil

2º lugar = R$20 mil

3º lugar = R$15 mil

 

Estudantes do ensino superior:

1º lugar = R$15 mil

2º lugar = R$12 mil

3º lugar = R$10 mil

 

Estudantes do ensino médio:

1º, 2º e 3º lugares vão receber um notebook cada.

 

Mérito Institucional:

R$35 mil para cada uma das duas instituições (uma de ensino médio e uma de ensino superior), que tiverem o maior número de trabalhos com méritos científicos inscritos.

O pesquisador que for indicado para a Menção Honrosa ganhará R$20 mil.

Além da premiação relacionada, todos os premiados recebem bolsas de estudo do CNPq, caso atendam aos critérios normativos do órgão, descritos no site www.cnpq.br/bolsas. Os pesquisadores classificados em primeiro lugar em cada uma das categorias, também participarão de Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em 2012.